10 animais extintos: como frear a degradação ambiental?

10 animais extintos: como frear a degradação ambiental?

Os animais extintos demonstram a urgência de repensar o consumo e as práticas produtivas da nossa cadeia para frear os impactos que estamos causando ao meio ambiente. Quando você pensa no futuro de seu filho(a), o que imagina que o espera?

Selecionamos alguns animais extintos para entendermos melhor a importância do consumo consciente e do fomento às práticas sustentáveis. Não se engane! Elas não passam apenas pelas grandes indústrias, mas também por nós, que podemos incorporar atitudes sustentáveis nos nossos hábitos de vida!

Confira a lista de 10 animais extintos:

  1. Borboleta Branca Grande Madeirense foi encontrada nos vales das florestas de Laurisilva, nas ilhas da Madeira em Portugal. O parente mais próximo da borboleta, o Large White, é comum em toda a Europa, África e Ásia. Causa de extinção: perda de habitat devido à construção e poluição de fertilizantes agrícolas são duas das principais causas do declínio da espécie. Embora não tenha sido oficialmente declarada extinta, a borboleta não é vista há décadas.
Animais extintos: Borboleta Branca Grande Madeirense
Borboleta Branca Grande Madeirense

  1. Ibex dos Pirinéus foi extinto oficialmente em 2000, antes de ser “ressuscitado” quase uma década depois em 2009. Os cientistas usaram o DNA retirado de amostras epidérmicas preservadas, para criar um clone de um Ibex dos Pirinéus feminino, capaz de sobreviver por um tempo, antes de morrer  após  deformidades pulmonares. Causa de extinção: caça extensiva durante o século XIX.
Animais extintos: Ibex dos Pirinéus
Ibex dos Pirinéus

  1. Quagga era nativo da África do Sul e foi extinto no final do século XIX. Causa da Extinção: os seres humanos caçaram o quagga até a extinção.
Animais extintos: Quagga
Quagga

  1. Os dois últimos exemplares de Rinocerontes Brancos do Norte existentes, são fêmeas, já que o último macho morreu em março de 2018 . O macho de 45 anos estava sob guarda armada na Ol Pejeta Conservancy, no Quênia; quando faleceu por causa da velhice e de uma infecção. Causa da extinção: a caça furtiva e a perda de habitat. 
Animais extintos: Rinocerontes Brancos do Norte
Rinocerontes Brancos do Norte

  1. As estimativas dizem que a população de Pombos-Correios era de milhões – e possivelmente bilhões – quando os primeiros europeus começaram a se estabelecer na América. Causa da extinção: os seres humanos caçavam o pombo e  consumiam até o ponto de extinção, com o último pássaro conhecido morrendo em cativeiro no zoológico de Cincinnati em 1914.
Animais extintos: Pombos-Correios
Pombos-Correios

  1. Os pássaros Po’ouli habitavam a encosta sudoeste do vulcão Haleakala. Mas a população declinou rapidamente, em 1997 restavam apenas três aves conhecidas. Causa da extinção: a perda de habitat, juntamente com doenças, predadores e um declínio em sua fonte de alimento – caracóis de árvores nativas.
Animais extintos: pássaros Po'ouli
Pássaros Po’ouli

  1. A Tartaruga da Ilha de Pinta existia quando Darwin visitou as Galápagos em 1835. O último macho puro-sangue desta subespécie morreu em 2015. Causa da Extinção: cabras que os humanos introduziram na Ilha de Pinta que destruíram seus habitats, ratos (também introduzidos por humanos) que atacavam tartarugas jovens e humanos matando as tartarugas por sua carne.
Tartaruga da Ilha de Pinta
Tartaruga da Ilha de Pinta

  1. O Rinoceronte Negro da África Ocidental foi declarado extinto em 2006, depois que os conservacionistas não encontraram nenhum em seu último habitat remanescente nos Camarões. Causa da extinção: caçadores furtivos caçavam o rinoceronte por seu chifre, que alguns acreditam no Iêmen e na China, possuem poderes afrodisíacos.
Rinoceronte Negro da África Ocidental
Rinoceronte Negro da África Ocidental

  1. O Sapo Dourado foi visto pela última vez em 1989 em uma floresta tropical da Costa Rica antes de ser declarado extinto em 1994. Causa de extinção: poluição, aquecimento global e infecções cutâneas por quitrídeos.
Sapo Dourado
Sapo Dourado

  1. A Arara Spix foi extinta na natureza devido à destruição do habitat, captura ilegal e comércio. Existe em cativeiro com uma população de 60 – 80 indivíduos.
Animais extintos: Arara Spix
Arara Spix

Como podemos contribuir individualmente para a preservação ambiental?

  • Consumo consciente
  • Separação dos lixos orgânicos, recicláveis e eletrônicos
  • Uso de produtos ecológicos
  • Reciclagem
  • Redução do consumo de água
  • Escolha de meios de transporte

Leia outras matérias como essa no nosso blog.

Você sabia?

O consumo desenfreado causa danos ao meio ambiente, mas todos nós precisamos comprar em algum momento. Escolher de forma consciente é uma das formas de diminuir o impacto. Para neutralizar os danos, a Zerocarbon realiza a compensação das suas compras por meio de emissão de certificados de compensação de carbono lastreados pela ONU. Uma forma segura e simples de ajudar você a cuidar do planeta, sem pagar nada a mais por isso. Basta escolher a loja que deseja através do site. Ou baixar o plugin

Leave a Reply